A disciplina Comunicação Comunitária ofertada para as habilitações de Jornalismo e de Relações Públicas do curso de Comunicação Social da Universidade Estadual de Londrina (UEL/PR) tem representado para os estudantes de graduação na área um dos mais importantes espaços de formação sociopolítica, bem como a possibilidade de produção de uma experiência de intervenção social. Este artigo tem como objetivo analisar a experiência de oferta da referida disciplina, considerando a necessidade da ampliação de espaços de reflexão e de discussão política a respeito do papel da Universidade e sobre o compromisso do profissional com a sociedade, a partir de algumas reflexões baseadas em Paulo Freire e Antonio Gramsci. Por meio de uma breve análise do conteúdo programático da disciplina e do relato de algumas experiências, com a realização de projetos de intervenção social desenvolvidos no contexto da disciplina, observa-se uma qualificação política no processo de formação acadêmica, na perspectiva de constituição de um sujeito social crítico e emancipado.

>> Artigo completo