Com a proposta de, por meio da comunicação, empoderar e mobilizar socialmente o desenvolvimento local de comunidades. As atividades de Comunicação Comunitária se inciaram em 2011, por meio da criação da Rádio Laboratório de Comunicação Comunitária, a Ralacoco. A partir das ações desenvolvidas para a rádio, como forma de garantia de mais recursos para o projeto, em 2002 houve a elaboração da disciplina Comunicação Comunitária, na Faculdade de Comunicação (FAC) da UnB.

A matéria foi ofertada, inicialmente, pelo professor Murilo César Ramos e pelo atual diretor da FAC, professor Fernando Oliveira Paulino, que na época era estudante do programa de pós-graduação, e atuava como professor voluntário. Neste período, as primeiras atividades praticadas, eram realizadas em parceria com organizações da cidade do Varjão.

O Projeto de Extensão de Ação Contínua de Comunicação Comunitária, surgiu em 2007, com o objetivo de oficializar as atividades da disciplina. Neste momento, passou-se a intervir na cidade de Planaltina, pois com a fundação da Faculdade UnB de Planaltina (FUP), existiam mais possibilidades de ação. Desse modo, começou-se vários projetos em parcerias com organizações da cidade como a Rádio Utopia FM, Associação dos Amigos do Centro Histórico, entre outras.

Atualmente, o programa de Comunicação Comunitária, já realizou dezenas de atividades em várias cidades, dentro e fora do Distrito Federal, em conjunto com diversas entidades e organizações sociais de cada local de atuação. Hoje, o projeto é coordenado oficialmente pelo professor Fernando Oliveira Paulino. E professores voluntários, estudantes e egressos da pós-graduação da FAC, ministram aulas na disciplina e gerem as ações da extensão.